quinta-feira, 29 de julho de 2010

' Poeminha Amoroso*



Este é um poema de amor
tão meigo, tão terno, tão teu...
É uma oferenda aos teus momentos
de luta e de brisa e de céu...
E eu,
quero te servir a poesia
numa concha azul do mar
ou numa cesta de flores do campo.
Talvez tu possas entender o meu amor.
Mas se isso não acontecer,
não importa.
Já está declarado e estampado
nas linhas e entrelinhas
deste pequeno poema,
o verso;
o tão famoso e inesperado verso que
te deixará pasmo, surpreso, perplexo...
eu te amo, perdoa-me, eu te amo...


(Cora Coralina)*

2 comentários:

' Joseαne Costα* disse...

' Minha mics...q poema lindxoo, só podia ser Cora Colina né?!
Seu blog é simplesmente belo^^
Adooro vc tbm viu^^
bjoo's no ♥

Josy*

Danielle Macena disse...

Ligia
Teu blog ta perfeito
te fiz uma visitinha agora, dpois de tempos...
passa la no meu tbm
bjus
adoroo tu...

 

Usage Rights

DesignBlog BloggerTheme comes under a Creative Commons License.This template is free of charge to create a personal blog.You can make changes to the templates to suit your needs.But You must keep the footer links Intact.